Archive by Author

Cinza com informação

15 jul

Para mim, o que impressiona nas obras do Sebastião Salgado é a quantidade que informação que ele consegue transmitir com poucos elementos e poucas cores:

A gente imagina o mundo nesses olhos!

Para minhas unhas inspiradas, resolvi focar no cinza tão presente nas fotográficas. Escolhi um cinza metálico com uns pontos de brilho que dão certa graça e movimento ao esmalte. Claro que na foto não apareceu nada disso, na verdade, na foto o esmalte ficou verde hahaha Eu tentei consertar um pouco a cor antes de postar:

Este esmalte é da obscura marquinha chinesa Charm Limit, e a cor não tem nome.

É bonitinho, mas bastaram dois dias para começar a lascar…

Beijos!

Anúncios

Roupinha verde

1 jul

Eu até ia me arriscar numa nail art inspirada na Triforce, mas meu gosto por nail art já não é mais o mesmo ehehhe

Então, fiquei no verdinho básico mesmo, afinal, é quase impossível fugir dessa cor quando falamos de Zelda.

Muito embora nos jogos às vezes o Link muda a roupa para azul (que é mais fortinha) e sem falar que tem o Link dumal, que é preto.

Enfim, escolhi um verdinho com reflexos dourados para combinar com o cabelo loirão do personagem:

Este é o lindo Champs Élysées, da Eliana. Suuuper perolado, suuuper perua.

Gostaram?

Beijos

Inspiração da Semana: The Legend of Zelda

29 jun

Eu não posso me dizer uma gamemaníaca, mas tem épocas que eu fico meio vidrada em alguns jogos. Nessas épocas sou capaz de jogar várias horas seguidas. Acho que eu só não faço mais isso por falta de tempo, na verdade. Zelda é um desses jogos que me fazem ficar viciada. Acho que é o mix de jogo de exploração, ação (matar monstro é uma coisa que eu adoro! – em jogos) e resolução de quebra-cabeças.

Por incrível que pareça, a Princesa Zelda não costuma ser protagonista!

As histórias do jogo, especialmente as dos mais recentes, também costumam ser bem criativas. Digo as mais recentes porque os primeiros jogos eram basicamente o protagonista Link tendo que salvar a Princesa Zelda e a terra de Hyrule do malvado Ganon. Até aí, nada de muito criativo. Mas o último que eu joguei – A Link Between Worlds, de 2013 – envolvia universos paralelos, um vilão que transformava pessoas em quadros (obras de arte) e o Link tendo um poderzinho surreal de se mesclar às paredes.

Em A Link Between Worlds, o Link tem o poder doidão de se mesclar às paredes.

Outro Zelda que eu acho o máximo é o Majora’s Mask. Este é mais antiguinho, de 2000, e inicialmente era para o Nintendo 64. Na história, o Link tem que salvar a terra de Termina (paralela à Hyrule) da queda da lua. O jogo se passa durante um ciclo de 3 dias, ou seja, você tem que ficar indo e voltando no tempo para realizar as ações necessárias. O Link também vai obtendo poderes por meio de máscaras, sendo que cada uma o transforma em um ser diferente. Hoje em dia, criou-se um hype em cima desse jogo e ele foi relançado em Fevereiro deste ano para o portátil Nintendo 3DS. Claro que eu o namorido Guilherme já comprou para mim, eu TENHO que jogar de novo.

O Skull Kid é tipo o vilão de Majora’s Mask.

Para falar um pouco de história, o primeiro Zelda foi lançado em 1986 e se chamava The Legend of Zelda e foi desenvolvido para uma plataforma da Nintendo chamada Family Computer Disk System. Depois, o jogo foi adaptado para o Game Boy, Game Boy Advance e como virtual console para Wii, Wii U e Nintendo 3DS. O sucesso foi tamanho que o jogo vendeu 65 milhões de cópias. Desde então, foram lançados mais 18 jogos de Zelda para várias plataformas, sendo que o que teve mais sucesso foi o Ocarina of Time, de 1998. Este é considerado um dos maiores jogos de todos os tempos. O Majora’s Mask que eu comentei acima é sequência dele.

O Link tocando a sua ocarina em Ocarina of Time.

E vocês, já jogaram algum Zelda? Gostam de videogame?

O tal do vestidinho azul

17 jun

É praticamente impossível fugir do azul neste tema. Eu para falar a verdade verdadeira não curti muito o filme não, mas esse vestido…

Essa cinturinha é um ultraje!

Minhas unhas inspiradas neste vestido azul delicado e dyvo demais foram:

Inicialmente eu ia usar apenas um esmalte, o Andrômedra, da Realce. No vidro, ele parece um azul lindo e glamouroso, mas você passa uma camada…. passa duas camadas…. passa três camadas…. passa QUATRO camadas e nada de o glamour aparecer.

Então, fui obrigada a colocar uma QUINTA camada de outro esmalte lindo, o Blue Mosaic, da Revlon (ele já apareceu por aqui). Aí sim, hein?

Gostei muito da combinação final, mesmo que o Andrômedra tenha me deixado frustrada incialmente.

Beijos!

Mushu

10 jun

Faz já taaanto tempo que eu assisti a Mulan que quase não me lembro de muita coisa. Mas lembro do Mushu, o divertido dragãozinho vermelho que acompanha nossa heroína:

Resolvi, então, fazer minhas unhas inspiradas nele:

Usei o vermelhão Traição, da marca portuguesa Clichê. E o amarelo Mellow Yellow, da Essence, que ficou branco na carimbada.

Para carimbar, usei a placa DRK-A, para variar hehe.

Gostaram?

Bjo

Rock Lee

3 jun

A gente tarda, mas não falha (sempre)!

Gente, para fazer as unhas dessa semana, tive que recorrer à ajuda dos universitários, sendo que quando eu digo “os universitários” eu quero dizer o Guilherme, pois ele é minha fonte para assuntos animescos.

Ele disse que seu personagem preferido é o Rock Lee. Vou transcrever a descrição: “Ele é totalmente voltado para o esforço, já que não tem talento para soltar poderzinho. Aí, mesmo assim, no começo ele bate nos que soltam poderzinho”. Então, tá né. É este aqui ó:

Bem, eu não achei lá o personagem muito bonito, mas empolguei pra usar um verde bonitão:

Este é o Teal We Meet Again, da Sephora by OPI.

Eu gostei muito do esmalte, mas não me animo a assistir esse anime não…

E vocês, já assistiram?

Bj!

Amarelo silk spectre

27 maio

Minha colega de trabalho me falou uma frase que eu achei muito boa: “Por trás de um comportamento tem sempre uma necessidade”. No meu caso, o meu comportamento de sugerir que pintássemos as unhas com nossa cor preterida era fruto da necessidade de desencalhar pelo menos um esmalte amarelo! auhauhauha

Vejam, não é que eu não goste de amarelo na vida. Apenas não gosto de amarelo nas minhas unhas. Acho um esmalte difícil de passar (geralmente) e que não combina com minha cor de pele. Mesmo assim, tenho alguns esmaltes amarelos e é aí que entra a inspiração da semana.

Para deixar a coisa um pouco mais interessante para mim, resolvi fazer algo na linha da Silk Spectre, de Watchmen:

Para isso, usei um amarelo neon da Dote chamado Noite Iluminada, com inglesinhas pretas.

Minha estratégia de desencalhar funcionou mais ou menos, pois eu removi o esmalte assim que tirei as fotos (o que foi logo depois de fazer azunha). hehehe

Mas eu tentei né?

Qual a cor preterida de vocês?

%d blogueiros gostam disto: