Tema de inspiração da semana: Independência do Brasil.

8 set

O nosso BLOG é temático, como sempre explicamos, seguimos temas  semanais  que cada participante do blog escolhe ou que nos são sugeridos, mas tem Temas de Inspiração que se impõe devido sua importância como o nosso TEMA DE INSPIRAÇÃO dessa semana:

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL.

Como disse um candidato á presidência do Brasil: ” Não devemos desistir do Brasil”, com essa frase em foco devemos admirar e amar nossa nação brasileira, inclusive preservar sua História.

 

Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política do território brasileiro do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves , no início do século XIX , e a instituição do Império do Brasil  (1822-1889). Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de Setembro de 1822, em que ocorreu o chamado “Grito do Ipiranga” , às margens do Riacho do Ipiranga  (atual cidade de São Paulo).

A Independência do Brasil foi um dos acontecimentos que mudou os rumos de nossa nação.

A chegada da Família Real ao Brasil, um dos eventos que mais contribuíram para a independência do Brasil,   delineou  uma nova condição econômica em 1808 com a abertura dos portos.

Com a presença da Família Real Portuguesa no Brasil a partir de 1808, registrou-se o que alguns historiadores brasileiros denominam de “inversão metropolitana”, ou seja, o aparelho de Estado Português passou a operar a partir do Brasil, que desse modo deixou de ser uma Colonia e assumiu efetivamente as funções de metrópole e sede da “Corte Portuguesa”.

Apesar de ainda ser um momento inicial da história, esse episódio é considerado a primeira medida formal em direção à independência.

Os aristocratas portugueses não gostaram nada dessa situação, o  que culminou desencadeando a  Revolução Liberal do Porto , outro movimento marcante da época que tinha como objetivo reestruturar a soberania política portuguesa por meio de uma reforma liberal que limitaria os poderes do rei e reconduziria o Brasil novamente à condição de colônia.

Os revolucionários lusitanos formaram uma espécie de Assembleia Nacional que ganhou o nome de “Cortes” que tem como protagonistas as principais figuras políticas lusitanas exigindo que o rei Dom João VI retornasse à Portugal. Temendo perder sua autoridade real, D. João saiu do Brasil em 1821 e nomeou seu filho, Dom Pedro I, como príncipe regente do Brasil.

A medida ainda foi acompanhada pelo rombo dos cofres brasileiros, o que deixou a nação em péssimas condições financeiras.

Durante um tempo, D.Pedro seguiu ordens da corte portuguesa, mas acabou percebendo que as leis vindas de Portugal pretendiam transformar o Brasil novamente em uma simples colônia,  passou então a tomar medidas em favor da população e começou a ganhar prestígio. Suas primeiras medidas foram baixar os impostos e equipar as autoridades militares nacionais às lusitanas. Inicia-se um dos momentos mais conturbados desse período, pois essas ações desagradaram muito as Cortes de Portugal .

A pressão portuguesa despertou a elite econômica brasileira para o risco que de um novo domínio e o retorno ao estado de colônia. Assim, os grandes fazendeiros e comerciantes passaram a defender a ascensão política de Dom Pedro I e incentivá-lo a ser líder da independência brasileira.

 

No dia 9 de janeiro de 1822, D. Pedro recebeu um abaixo-assinado pedindo-lhe que ficasse. Ele atendeu ao desejo do povo declarando: “Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação diga ao povo que fico”. Dom Pedro I reafirmou sua permanência no cenário político brasileiro  e esse dia passou a ser conhecido em nossa história como o Dia do Fico.

A partir desse ato público, o príncipe regente assinalou qual era seu posicionamento político e  logo em seguida, Dom Pedro I incorporou figuras políticas pró-independência aos quadros administrativos de seu governo. Entre eles estavam José Bonifácio, grande conselheiro político de Dom Pedro e defensor de um processo de independência conservador guiado pelas mãos de um regime monárquico. Além disso, Dom Pedro I firmou uma resolução onde dizia que nenhuma ordem vinda de Portugal poderia ser adotada sem sua autorização prévia.

Foi justamente essa medida que tornou sua relação política com as Cortes praticamente insustentável e, em uma última tentativa, a assembleia lusitana enviou um novo documento para o Brasil exigindo o retorno do príncipe para Portugal sob a ameaça de invasão militar, caso a exigência não fosse imediatamente cumprida.

Ao tomar conhecimento do documento, Dom Pedro I fez uma declaração oficial afirmando assim seu acordo com os brasileiros. Declarou a independência do país no dia 7 de setembro de 1822, às margens do rio Ipiranga, em São Paulo.

 

 

D.Pedro tornou-se o primeiro imperador do Brasil, com o título de D.Pedro I.
O Brasil passou a ser uma monarquia, uma forma de governo em que os poderes são exercidos pelo imperador ou rei.

 

Um dos primeiros a reconhecer o Brasil como uma nação foram os Estados Unidos, o  reconhecimento de Portugal só veio em 1825, em troca de uma indenização de 2 milhões de libras.

 

Beijos!!!

MARIA    ALCIONE.

Monumento á Independência  em frente ao Museu do Ipiranga.

Anúncios

3 Respostas to “Tema de inspiração da semana: Independência do Brasil.”

  1. jubaoli23 11/09/2014 às 15:52 #

    uma parte dessa história nunca me foi contada na escola é que os portugueses pediram essa indenização de 2 milhões de libras para reconhecer o Brasil como país independente :S

    bjo

    • Alcione 11/09/2014 às 23:13 #

      Esta é a parte boa de nosso Blog, isto é a pesquisa que temos de fazer
      e que faz a gente aprender muitas coisas novas. Obrigada! Beijos!

      • jubaoli23 12/09/2014 às 16:08 #

        e eu acabo aprendendo com vocês^^
        fora que as inspirações são sempre muito boas^^

Caso tenha problemas ao comentar, atualize a página (F5) e preencha seus dados sem o email.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: