Mulheres modernas, será?

14 mar

Oooooooooooooiiiiiiiii!!!!

E aí, como estão hoje? Prontas para o fim de semana?

E o tema desta semana é mulheres contemporâneas, um tema para comemorar e lembrar de todas as mulheres que lutaram por igualdade, por reconhecimento e para que sua importância e papel fossem reconhecidos pela sociedade.

Mas, hoje eu trago a questão: será que somos iguais? E os estereótipos ainda não continuam?

Estes questionamentos pertinentes ao tema me vieram a partir de duas situações:

1) Há algumas semanas atrás a Paula linkou este post no Facebook dela… Não sei quem é a autora, não acompanho o blog… Mas este post me chamou muita atenção a) porque existem cursos para te ensinar a ser a esposa ideal que dizem que você deve estar sempre linda, cheirosa, bonita, bem arrumada, cuidar das crianças, não discutir com seu marido, lavar, cozinhar e passar e cuidar da prole (enquanto ele curte um futebolzinho na TV) e no final da noite estar fogosa numa linda lingerie pronta para o seu garanhão (pois é)…b) Existem mulheres que vão a este tipo de curso, para aprenderem a ser a mulher ideal para o maridão… e outras que divulgam em seu blog!

2) Esses dias foi aniversário da minha sobrinha mais velha (muito amor por essa minha pequena!), e antes de eu decidir que daria um livro para ela fui em lojas de brinquedo pensar num presente (a propósito não dei o livro para ela, ela falou que não queria um livro e eu falei que quando ela quisesse um, eu daria o livro)…Mas enfim, fiquei besta com os brinquedos de meninos: Eles tem o sabre de luz Jedi, e eles tem carrinhos, e homenzinhos (porque de meninos não são bonecos, são homenzinhos ou figuras de ação), eles tem legos coloridos e imaginext (que são dinossauros que viram coisas…) e NERF (se você não sabe o que é NERF google, e se você quiser me presentear com NERF de aniversário eu irei adorar!!!!) e LEGO colorido!!!!! E não é qualquer lego, tem o Senhor dos Anéis, tem o lego city, o do Star Wars, etc…

Mas como vocês estão vendo citei até agora os brinquedo DE MENINOS, e por que isso? Porque fiquei chocada, vou ser sincera, fiquei absolutamente passada, falamos aqui de mulher contemporânea, de mulheres que conquistaram seu espaço, e o que vi de brinquedos de meninas: Primeira coisa: brinquedos de meninas são monocromáticos, todos são rosa, no máximo um rosa com branco, segundo são tábuas de passar, são máquinas de costura, são fogões, geladeiras, carrinhos de nenéns e nenéns…

E assim eu ensino minha menina a ser uma boa dona de casa e crio o esteriótipo de que mulher só sabe fazer compras e gastar dinheiro

E aqui eu ensino que lugar de mulher é no fogão: fazendo comidinha para o seu maridinho!

E com isso minha menininha aprende que deve ser uma mulher prendada!!! Para que? Para costurar e passar a roupa do seu maridinho, enquanto ele assiste o seu futebolzinho!

Não estou criticando as mulheres que escolhem como profissão serem donas de casa, faxineiras, etc… Pelo contrário… Admiro estas mulheres, eu não tenho vocação para nenhuma dessas coisas… Mas como eu estou deixando bem claro nesta frase: que seja por escolha, por vontade da mulher e não por imposição da sociedade!!!

Andando na loja de brinquedos, o que eu percebi é que temos um discurso hipócrita: Olhamos para nossas meninas e falamos “você pode ser tudo o que quiser nesta vida”, no entanto, no momento de brincadeira (que segundo pesquisas são nas horas lúdicas que as crianças mais aprendem) o que passamos é o esteriótipo da “dona de casa”, e tudo rosa (porque meninas não podem ter outra cor?) ou seja, na verdade nosso discurso para as meninas deveria ser “Vocês podem ser tudo o que quiserem na vida, mas não deixarão de cuidar do lar e do maridão, enquanto ele assiste sua TV e toma sua cervejinha!”

Lendo o blog com a notícia do curso sobre ser uma esposa ideal percebi que ainda vivemos numa sociedade desigual, e o pior é quando a desigualdade é estimulada pelo nosso próprio gênero, porque são mulheres ensinando mulheres a serem “super-mulheres” e frustrando essas mulheres, porque convenhamos para que possamos trabalhar 8 horas por dia (muitas vezes ganhando menos que um homem), chegar em casa, arrumar, lavar, passar, cuidar das crianças, se perfumar, se arrumar, cozinhar, cuidar do maridão no sofá e no fim estarmos fogosas e bonitas nosso dia teria que ter pelo menos umas 36 horas…

Então minha conclusão neste desabafo todo é de que para que a mulher contemporânea possa realmente começar a ser igual materialmente falando e ter os mesmos direitos (porque formalmente já somos se considerarmos que a Constituição Federal assim o diz, e que existem leis que impedem que homens ganhem mais que mulheres e etc…) precisamos adotar algumas medidas 1) Incentivar nossas meninas assim como incentivamos os meninos, se vocês viram pelos brinquedos que narrei acima, verão que aos meninos é realmente dada a oportunidade de ser tudo o que quiserem na vida, pois na brincadeira eles são Jedis, são Super-heróis, etc… nossas meninas ainda são ensinadas a serem boas donas de casa ou então princesas, em roupas rosas, esperando seu príncipe encantado (que com a modernidade acaba fácil, fácil virando sapo) 2) Como a Iara bem falou no post de ontem lembrarmos mais de nós…Sermos vaidosas (por nossa escolha), nos maquiarmos (para nós), e cuidarmos daquilo que para nós é importante… Não nos preocuparmos em sermos multi… multi mulher, a mulher ideal, aquela que faz tudo e ainda tem disposição para o maridão…

Então eu inicio a minha campanha: FOGÃO, GELADEIRA, E TÁBUA DE PASSAR NÃO SÃO PRESENTES DE CRIANÇA E SIM PRESENTES DE LISTA DE CASAMENTO!

E para aqueles que leram meu desabafo até aqui (o que sou eternamente agradecida), estas são as unhas da semana:

Respondendo a pergunta do namorido “Por que roxo escuro representando a mulher contemporânea?”

Porque o roxo é a mistura do rosa com o azul, um pouco mais de azul e tem-se o roxo escuro, um pouco mais de rosa e teremos lilás! (sim devido a algumas unhas minhas em posts anteriores acredito que esta lição aprendi). E não sei se ficou claro mas a ideia hoje foi discutir se somos realmente iguais? Se realmente temos a tão falada igualdade de gênero… ou se isso é mais uma daquelas coisas bonita no papel…

Então chego no roxo, representando a mistura entre a “cor do menino” e a “cor da menina”, a mistura do azul e do rosa, e o roxo escuro, bem é a minha visão de que ainda vivemos numa sociedade em que a mulher contemporânea pode ser tudo o que quiser, mas ainda possui suas amarras…

E o brilho? É porque por trás de todas as amarras, existe um ser humano lindo, tentando SER, ser mulher, ser mãe e ser… sem qualquer imposição, simples assim…

Os esmaltes usados :

Obsessão – Risque -roxo lindo!!! Duas camadas e cobre super bem!!!!

Dionísio – Hits, como disse já, minha coleção de holos da Hits é a primeira que foi lançada e eles sempre me decepcionam… Vou tentar usá-lo sem nenhum esmalte por baixo, mas vou ser sincera, esperava mais!!! nem no sol o bichinho brilhou! 😦 (#chateada #soumodinha)

Enfim, por hoje é só (ou tudo isso)

E aí, inspirei?

Anúncios

6 Respostas to “Mulheres modernas, será?”

  1. Iara_F 18/03/2014 às 15:34 #

    Lindo post Fer!
    Concordo contigo em gênero, número e grau
    E a combinação ficou linda, mesmo o holo tendo pifado! rs Sou fã destes tons
    beijo!

    • FerLima 30/03/2014 às 3:08 #

      Eu sou fã de roxo, então… Fiquei triste porque todos os meus holos desta marca pifam… comprei um da Jade (influenciada pela senhorita) vamos ver né?!
      Beijos

  2. jubaoli23 01/04/2014 às 21:42 #

    cara, Fer… belíssimo post.
    eu tive a oportunidade de brincar com meu irmão, pois tínhamos mais ou menos a mesma idade; brincávamos de casinha, lutinha, massinha, pular corda, pique-esconde, escolinha e o que mais desse na telha. Não me lembro da gente ouvindo: “isso é coisa de menina, não faz isso” ou “isso é coisa de moleque” e acredito que isso foi bem importante para a nossa formação, além de mostrar que é possível criar ambos os sexos igualmente.

    sobre o rosa: eu tinha visto um quadrinho no face falando que os brinquedos de menina são “boring” e são mesmo! E afinal, por que diabos tudo de mulher tem que ser rosa? ¬¬ meu anticoncepcional tem a caixa rosa, a cerinha da Granado tem embalagem rosa, porque é a linha Pink – voltada pra mulher – o Centrum Mulher tem a caixa e as pílulas rosas… #CANSEIDACORROSA! enjoei tanto que evito esmaltes e outras coisas da cor hoje em dia.

    e onde já se viu a mulher ser responsável por sustentar o casamento, a família, as finanças, a casa, TUDO sozinha? – porque tem mulheres que ganham mais que os maridos hoje em dia e muitas vezes, quando é algo pra família, é a mulher quem vai atrás daquilo, seja de adquirir, seja de pagar. Achei ridícula a postagem dessa menina e digo: NINGUÉM DÁ CONTA! Eu já tentei e não funcionou. Quando a gente tenta equilibrar tudo, algo cai!

    Enfim: super apoio a sua campanha e adorei as unhas!! 😉

    bjoo

    • FerLima 03/04/2014 às 22:10 #

      Então, eu também não entendo o porque do tudo rosa, já tentaram me dar uma explicação que é a cor que a mulher melhor enxerga… Mas então a gente enxerga uma só cor e os homens todas as outras?? Não faz sentido… Enfim, eu cresci brincando com minhas duas irmãs, e sim, brinquei de bonecas, brinquei de casinha, mas também andei muito a cavalo, brinquei muito de esconde esconde, e de carrinho com meus amigos e primos…
      Não acho que a mulher deva fazer tudo, sabe, e tenho muita sorte, porque tenho um companheiro fantástico em casa que me ajuda muito (senão eu não daria conta).
      Que bom que você gostou das unhas!!!!!
      Beijos

  3. Dayane 16/12/2015 às 12:13 #

    Ganhar uma máquina de costura não quer dizer que a criança vai se tornar uma dona de casa por favor!!! Pode ser o início de uma carreira brilhante de estilista…

    • FerLima 16/12/2015 às 14:11 #

      Dayane, obrigada pelo seu comentário. A questão não é que se eu der uma máquina de costura necessariamente a criança vai se tornar dona de casa (aliás, como eu disse no meu post, nada contra as grandes mulheres que escolheram ser donas de casa e exclusivamente criarem e educarem seus filhos), o meu ponto de vista (que ainda se mantém) é de que o mercado de brinquedos infantil não estimula a criatividade da menina como estimula a do menino… Eu acredito que dar uma máquina de costura para a criança no intuito de estimular um grande estilista, assim como dar um instrumento musical ou lápis e folhas de papel (enfim quaisquer coisas que estimulem a criatividade) são coisas válidas, o que não é válido é condicionar a mulher a um mundo cor-de-rosa boring, e ficar com um discurso hipócrita “você pode ser tudo na vida”, mas os seus brinquedos te limitam a princesa ou a uma pessoa que cuida da casa… Por que minha filha não pode ser super-heroína, ou então, o Godizila?
      É esse o meu ponto.
      Beijos

Caso tenha problemas ao comentar, atualize a página (F5) e preencha seus dados sem o email.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: