Inspiração da Semana: Mulheres Contemporâneas

10 mar

Olá, meninas. Tudo bom?

O tema de inspiração desta semana é bem desafiador, mas eu me senti estimulada a sugeri-lo depois de ver este ensaio fotográfico aqui. No último sábado, 8/3, nós comemoramos o Dia Internacional da Mulher, e para mim esta é uma data que traz sentimentos ambíguos. De um lado, acho de suma importância nós relembrarmos as conquistas das nossas companheiras do passado e enfatizarmos aquilo pelo que ainda temos que lutar. Por outro lado, me deixa muito desconfortável receber mensagens que perpetuam clichês, pontos de vista que muitas vezes as pessoas (homens ou mulheres) não vêem como são preconceituosos. Por exemplo:

Obrigada pela consideração, fico muito feliz quando me chamam de incoerente, burra e impulsiva!

Uma mensagem “inocente” como esta é extremamente ofensiva, se você pensar bem. Ela assume que: 1 –  mulheres são seres sem coerência; 2 – não possuem raciocínio lógico; 3 – agem impulsivamente; 4 – “vencem” (vencem o quê, por sinal?) apenas porque “gostamos delas”.

É sempre bom lembrar o real motivo de comemorarmos o 8 de Março. A data foi marcada por uma série de manifestações feitas pelas mulheres russas em 1917 que lutavam por melhores condições de vida e trabalho. Antes disso, já haviam ocorrido diversas manifestações femininas e já existia a ideia de voltar um dia específico aos direitos das mulheres. Na década de 60, o movimento feminista reavivou a data.

Poster alemão de 1914 conclama pela direito ao voto feminino.

Hoje em dia, constitucionalmente, nós temos os mesmos direitos que os homens. Mas somos vistas do mesmo jeito? A verdade é que boa parte da sociedade ainda está muito voltada ao conceito de que mulher deve ser preparada para cuidar da casa e dos filhos, além de também ter seu trabalho para ajudar a sustentar a casa. Nós trabalhamos e estudamos do mesmo jeito que nossos esposos, namorados, irmãos, mas chegando em casa ainda temos mais obrigações que eles, pelos menos na maioria dos lares.

Essa questão das obrigações que não dividimos com nossos companheiros é apenas a ponta do iceberg. Ainda somos tidas como objetos a serem admirados ou rejeitados, mulher para casar e mulher para “pegar”, mulher que se dá ao respeito e mulher que usa saia curta. Aliás, somos obrigadas a ouvir todo tipo de bobagem de estranhos na rua e ainda nos sentir lisonjeadas com isso.

Mas eu não quero parecer pessimista falando tudo isso. Nós, mulheres, conquistamos muita coisa sim nesses últimos anos, mas eu fico possessa quando chega alguém e fala que não tem mais motivo para o feminismo existir. Ainda temos sim muito a conquistar para uma sociedade igualitária, e a mulher contemporânea está apenas começando a garantir espaço e respeito.

Qual a opinião de vocês sobre tudo isso? Como representar essa questão nas unhas, hein? #ferreiagente

Beijos!

Anúncios

Uma resposta to “Inspiração da Semana: Mulheres Contemporâneas”

  1. jubaoli23 01/04/2014 às 20:44 #

    um tema realmente complexo, Paula: muitas coisas importantes pra discutir.
    mas conseguiremos o nosso espaço e a igualdade perante a sociedade ^^

Caso tenha problemas ao comentar, atualize a página (F5) e preencha seus dados sem o email.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: