When I was your man

17 jan

Oooooooiiiiiiiiii!!!

E aí como estão?? Eu estou bem, para ser sincera um pouco brava (quando vi que as coisas não estavam dando certo fiquei muito brava, mas… acontece imprevistos ocorrem para nos mostrar que precisamos ser mais precavidas)

Enfim, o porquê da minha braveza (bravice) – só abrindo um parênteses, prometo que já chego ao tema… Prometi a mim mesma que este ano seria mais organizada com tudo, principalmente com o blog, então tenho tentado fazer as unhas com antecedência, etc. Então fui fazer as bonitas na noite de quarta para tirar fotos na quinta (tá é o máximo de antecedência que tenho conseguido), mas aí: 1) O esmalte não secou, 2) o esmalte fez aqueles engruvinhadinhos perto da cutícula, 3) fui arrumar o engruvinhado e estraguei o esmalte… Aí perdi a esportiva (juro) fiquei muito brava, xinguei muito… e tirei todo o esmalte.

Só depois parei para pensar que acontece (mas nisso já peguei o alicate e fui tirar as cutículas e nota mental, nunca tirar as cutículas quando estiver de mau humor, você acaba se machucando).

Mas fechando todo este longo parênteses, queria muito agradecer nossa leitora Monique por sugerir o tema desta semana!!! Bruno Mars!

Olhem bem para esta carinha de “me leva para casa”, sim adoramos o tema!!!

E, eu escolhi me inspirar na música que tem tocado muito no meu rádio: When I was your man, não sabe a letra: o vagalume te conta!

Os motivos para a escolha; 1) a letra é muito bonita e triste, ao mesmo tempo, 2) se pararmos para pensar é uma das letras que mais faz a gente refletir sobre nossos relacionamentos, porque não adianta tentar mudar, e desejar ter feito diferente depois… quando algo se quebra, na maior parte das vezes é para sempre…3) É uma música super legal para ser cantada desafinadamente no trânsito de manhã (sim se você dirige para o trabalho, tente. Se vai de metro ou busão, aí não né, porque aí é sacanagem com o amiguinho do lado – é importante saber que quando estamos no carro temos aquela “capa de invisibilidade” que nos permite dançar, cantar e alguns até cutucar o nariz #sqn)

E a primeira tentativa (a que me frustrou demais) foi esta:

Um… dois… três, gritem comigo: FEIA!!!! Fiquei possessa com essas unhas, porque a ideia foi super legal… mas a execução ficou feia de doer!!!

Os esmaltes usados foram:

Mary Kay – Blue Lotus – Não sei se foi a cor (tons pasteis sempre são uma dificuldade para mim), se o fato de que tentei (e realmente tentei) deixar de tirar cutícula e o esmalte não assentou bem, se foi o calor de Ribeirão, enfim não sei mesmo, mas não foi uma escolha legal. Diferente de todos os esmaltes da MK  que tive (e olha que sou sempre só elogios para a marca) este demorou para secar, deu bolinhas… (mas para mim o que é sempre uma frustração são os esmaltes que demoram para secar)…

Esmalte para carimbo Rosa Neon da La Femme – deste esmalte eu já falei e já elogiei tudo o que podia (e não podia) é uma marca de esmaltes para carimbo super legal, tem que ter!!!

A ideia basicamente era o azul representar o término e os corações indo embora… (a tristeza, e os corações que se vão), algo poético assim…

Mas, como sou brasileira e não desisto nunca, mesmo tendo um projeto de monografia para entregar até dia 30, estando com uma viagem programada para Rio Preto para sexta a noite (hoje, é que o post aqui foi agendado), ainda sim, eu fiz outras unhas e aqui está o resultado;

Esmaltes:

Fashio 013 – Mohda, da minha coleção mimada por tias!!! Este foi presentinho dela que eu recebi final de semana passada (é que assim, ela deixou no consultório da minha mama, e minha mama deixou no meu quarto de Rio Preto, e como eu só fui no final de semana foi  quando eu peguei!) Obrigada pelos presentes!!!

E, aproveitando, Iara ADOREI os presentinhos obrigada mesmo (não vejo a hora de usar) #mimada pelas amigas!

O brilho do esmalte (este super espelhado) é devido ao extrabrilho da Sally Hansen (vale muito a pena ter!)

A explicação: “I should´ve bought you flowers…” (eu deveria ter comprado flores para você), os adesivos são as flores, e o roxo, como cor do arrependimento, do coração partido (o roxo é a mistura do azul, que para mim além da harmonia, pode representar também a tristeza, a introspecção e o rosa que é a cor do amor – dizem que vermelho é paixão e rosa é amor né? Então, roxo deve ser uma mistura de tristeza com amor, cor perfeita para o coração partido).

Viajei nessa né?!?

Bem, por hoje é só pessoal (e eu sei, não mintam vocês viram o pernalonga aqui)

E aí, inspirei?

Beijos

Anúncios

4 Respostas to “When I was your man”

  1. Iara_F 18/01/2014 às 17:30 #

    Nossa, adorei este roxão!! A outra ideia ficou legal, mas o resultado final ficou muito mais chique! rs
    beijo!

    • FerLima 23/01/2014 às 9:08 #

      Obrigada!!!! Que bom que você gostou!!!! Eu também adorei o roxão!

  2. jubaoli23 23/01/2014 às 12:35 #

    adoro as viagens nas descrições de vocês! 🙂
    adorei as unhas e essa música é divina^^

    sobre as cutículas: é um processo árduo e um pouco demorado, precisa de paciência, porque não é de uma hora pra outra que a cutícula fica linda, precisa de muita hidratação também… o redutor de cutículas da Avon ajuda, mas precisa passar ele o tempo todo…
    espero que consiga, Fer 😉

    bjs

    • FerLima 23/01/2014 às 21:02 #

      eu já tentei com o redutor da Avon, e já tentei cerinha, vou te ser sincera, acho que eu que sou um desastre com essas coisas ju! Mas vou continuar tentando…
      E que bom que vc gosta das nossas viagens!!! Fico sempre feliz com seus comentários!
      Beijos

Caso tenha problemas ao comentar, atualize a página (F5) e preencha seus dados sem o email.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: